Tanatopraxia: Entenda o Trabalho da Preparação de Cadáveres

Tanatopraxia
Thanatopraxie. (2023, August 27).  Utensils_used_for_embalming.jpg: Vladimir S derivative work: F. Lamiot (talk) — Utensils_used_for_embalming.jpg
In Wikipedia. https://fr.wikipedia.org/wiki/Thanatopraxie Copy

Perder um ente querido é sempre doloroso e o velório é um momento de tristeza, lembranças e despedida. Por isso, é muito importante que o semblante do falecido esteja o mais próximo do que era, não é?! É aí que a técnica da tanatopraxia é fundamental.

Neste artigo, vamos explicar o que é tanatopraxia, como funciona e sua importância. Vamos lá?

O que é a tanatopraxia?

A tanatopraxia é um conjunto de técnicas modernas utilizadas para a conservação de corpos para o velório e enterro. O processo é muito delicado e exige cuidados específicos do profissional responsável, pois é feita a higienização e a conservação do corpo para garantir uma boa imagem aos familiares e amigos no momento da despedida.

O procedimento, além de garantir um apurado cuidado estético, também oferece segurança a todos os presentes no velório, pois evita que o corpo se decomponha e se transforme em um possível agente infeccioso durante a cerimônia fúnebre.

A importância da tanatopraxia

Como dissemos acima, a tanatopraxia oferece um cuidado estético ao corpo para deixá-lo o mais próximo possível do que era em vida. Para isso, a conservação do corpo e a necromaquiagem são fundamentais.

Além desses cuidados de restauração da aparência, são injetados no corpo bactericidas e germicidas para que a saúde pública esteja em segurança durante o velório. É importante lembrar também que estes produtos não causam nenhum dano ao solo.

Mas, a tanatopraxia não possui apenas função estética ou cuidados com a saúde. Ela tem o objetivo maior de oferecer aos entes queridos do falecido uma despedida amena, que ofereça também uma lembrança agradável deste último momento em que todos estão lidando com o luto.

O fator psicológico de quem fica, portanto, é um dos pontos mais importantes da prática do tanatopraxista.

Como surgiu a tanatopraxia?

O termo “tanatopraxia” tem origem grega e deriva de Thánatos, o Deus da Morte. Praxis é a prática; e a junção dos termos diz respeito aos procedimentos realizados após o falecimento.

A técnica da tanatopraxia é parecida com a técnica de embalsamento, realizada há milhares de anos, desde a pré-história, e ficou famoso pelo Egito, onde os nobres eram embalsamados para rituais fúnebres, onde se imaginava que o procedimento garantiriam-lhes a vida eterna, como deuses.

Já a tanatopraxia como conhecemos hoje surgiu em meados do século XIX, durante a Guerra Civil Americana e em países europeus como França e Inglaterra. O objetivo era tratar ferimentos e corpos de soldados desfigurados pelas guerras, a fim de que eles voltassem à cidade de origem com um aspecto melhor aos seus familiares, para que pudessem fazer a despedida adequada.

No Brasil, a tanatopraxia chegou apenas nas últimas décadas, em Minas Gerais, mas logo se consolidou como uma prática fundamental após a morte em todo o país.

Como é realizada a tanatopraxia?

Após o corpo chegar à funerária, o tanatopraxista avalia a massa corporal e aplica, por meio de injeção, a quantidade devida de germicidas e líquidos conservantes, para não permitir alterações e manter o aspecto natural do corpo.

Após esse procedimento, uma massagem corporal é realizada a fim de espalhar todo o produto injetado pelo corpo. Passados 30 minutos, é hora de retirar, via aspiração, todo o líquido injetado.

O passo seguinte é proteger as narinas e a boca com algodão. Depois, é o momento de vestir o corpo e aplicar a necromaquiagem, que é realizada baseada na maquiagem que a pessoa costumava usar ou apenas para dar um aspecto natural à fisionomia daquele que se foi.

Além de dar esse aspecto natural ao corpo, a tanatopraxia também consegue, em alguns casos, reconstruir rostos, como no caso de mortes por acidentes que causam lesões e traumas na face.

Diferenças entre embalsamento e tanatopraxia

Há algumas diferenças entre o processo de embalsamento e tanatopraxia. Ainda que nos dois casos o principal objetivo seja a conservação do corpo, os métodos e os fins são distintos:

  • Embalsamento: a preservação do corpo é muito maior. Mas para isso, a técnica usa métodos diferentes. É necessário a retirada de órgãos e, no lugar, o corpo recebe fluidos embalsamadores. O método geralmente é usado para velórios longos (dias) ou para corpos que precisam fazer longas viagens até sua cerimônia fúnebre.
  • Tanatopraxia: a tanatopraxia conserva o corpo por um período mais curto, de 24h a 48h. Diferente do embalsamento, a técnica não é invasiva e, portanto, não é necessária a retirada de órgãos, tampouco de formol. O método aqui é, como dissemos mais acima, a injeção de conservantes e bactericidas que paralisa momentaneamente a decomposição e fazem a desinfecção do corpo, protegendo a saúde das pessoas na cerimônia de despedida.

Quanto ganha um tanatopraxista no Brasil em 2024?

Segundo dados extraídos de diversas plataformas agregadoras de médias salariais no Brasil em pesquisa da nossa equipe, o salário inicial de um tanatopraxista no Brasil em 2024 fica entre R$ 1.400,00 e R$ 2.000,00 – a depender da localidade.

O teto salarial de um agente funerário tanatopraxista varia entre R$ 4.000,00 e R$ 6.000,00. Muitos tanatopraxistas completam a renda dando aulas para formar outros profissionais na área.

Como se tornar tanatopraxista?

Embora exista um projeto de lei de 2022 em tramitação, a profissão não é regulada por lei no Brasil. Então, a tanatopraxia é uma profissão de formação livre

Ou seja, os profissionais são formados em cursos profissionalizantes livres, sem necessidade de regulamentações específicas.

Os cursos são oferecidos por escolas profissionalizantes, profissionais experientes da área que têm escolas particulares e até mesmo universidades – públicas e privadas. Boa parte dos cursos têm entre 50 e 100 horas de duração, com valores variando de 2 a 6 mil reais.

Tranquilidade, confiança e qualidade em momentos difíceis

Apresentamos aqui o que é a tanatopraxia e todos os processos da técnica utilizada para que as pessoas possam se despedir de um ente querido com boas lembranças, de uma forma serena e segura.

O Grupo Zelo possui o serviço de tanatopraxia em seus planos funerários, na maioria das vezes, a técnica é realizada em laboratório próprio, o que garante ainda mais qualidade no serviço.

Nesta ocasião tão sensível, não há nada tão importante quanto contar com o trabalho de especialistas que irão proporcionar tranquilidade e paz aos familiares e amigos neste encontro de despedida.Portanto, se ainda não tem um plano entre em contato conosco. Conte com o Grupo Zelo e tenha a confiança necessária para os momentos mais difíceis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima