8 Livros Infantis Sobre Luto Para Conversar Sobre a Morte com os Pequenos

livros infantis sobre luto

Assimilar a morte pode ser muito difícil para adultos, imagine para as crianças. A perda de uma pessoa próxima pode gerar muitos sentimentos em qualquer idade e explicar para os pequenos que não haverá mais contato com alguém precisa de um cuidado especial. Um dos caminhos para viabilizar esse diálogo está na literatura, que é rica em livros infantis sobre luto, morte e perda.

Por isso, preparamos uma lista de oito livros infantis que ajudam a criança a lidar com a morte. Dessa forma, os pais ou responsáveis podem explicar esse momento de uma maneira mais lúdica e próxima do universo infantil, diminuindo as possibilidades de traumas e sentimentos sem explicação.

Leia Também: Os Melhores Livros Sobre Luto e Memória (Para Adultos)

8 livros infantis sobre luto

Há opções tanto nacionais quanto de escritores de fora com tradução para o português. Confira!

“Menina Nina” – Ziraldo

Entre os livros infantis que ajudam a criança a lidar com a morte, não poderíamos deixar de falar de uma das publicações mais sensíveis de Ziraldo.

O autor de “O Menino Maluquinho” lançou no início dos anos 2000 o livro “Menina Nina”. Na história, a protagonista perde avó e vários termos simples são abordados para falar de vida, morte, esperança e saudade.

As ilustrações de Ziraldo também tão um toque especial para uma leitura incrível entre os pequenos.

“Vazio” – Anna Llenas

Sucesso entre as crianças e também entre os adultos, “Vazio”, de Anna Llenas, também é uma ótima opção para entender como tratar o luto infantil.

Com narrativa e ilustrações leves, a história traz o vazio da perda e uma corajosa garotinha que aprende a superar os momentos de tristeza e ressignificar diferentes tipos de perdas que todo mundo vive.

“A Árvore das Lembranças” – Britta Teckentrup

Indicado para crianças entre dois e cinco anos de idade, “A Árvore das Lembranças”, da escritora Britta Teckentrup, apresenta ao público uma bela raposinha que, após curtir uma longa vida na floresta, entende que é chegada a hora do adeus.

As ilustrações da autora alemã trazem uma delicadeza ímpar para o livro e o foco é mostrar a saudade e as lembranças boas que ficam quando alguém próximo se vai.

“Para onde vamos quando desaparecemos?” – Isabel Minhós Martins

“Para onde vamos quando de desaparecemos?”, da escritora portuguesa Isabel Minhós Martins, traz outra perspectiva sobre a perda.

Usando analogias e explicações bem divertidas, são abordadas algumas questões que não têm resposta certa, como a que dá nome ao livro.

Com o passar das páginas, os pequenos leem sobre o pôr do sol que vai embora, a areia que é levada pelo vento e outros desaparecimentos do dia a dia, abordando a perda e ressaltando que isso não faz com que sejam esquecidos.

A publicação é indicada para crianças na faixa etária de oito a dez anos.

“O pato, a morte e a tulipa” – Wolf Erlbruch

Em “O pato, a morte e a tulipa”, Wolf Erlbruch conta a história da última semana de vida de um pato, acompanhado da figura da morte, que em breve será concretizada.

Com diálogos emocionantes e filosóficos, mas ao mesmo tempo leves e explicativos, a morte é apresentada como algo natural e uma parte importante da vida.

Tanto as crianças quanto os adultos vão se apaixonar com essa história e ter uma nova ótica sobre a partida final.

“Mas por quê??! A história de Elvis” – Peter Schössow

Uma garotinha triste e inconformada não para de perguntar a si mesma e aos outros: “Mas por quê??!”. O escritor Peter Schössow traz uma bela narrativa em que Elvis, o passarinho da menina morre e ela precisa aprender a lidar com a morte e o luto.

O apoio dos amigos é essencial e eles fazem homenagens e um enterro para o animalzinho, vivenciam a tristeza assim como as boas lembranças, as fases do luto e tudo o que se sente e pensa em um momento tão difícil da perda de alguém que ama.

“O Livro do Adeus” – Todd Parr

Aclamado pela crítica e uma das publicações mais populares sobre o tema, “O Livro do Adeus” utiliza linguagem e ilustrações simples para entender a morte.

Indicado para crianças de até seis anos, elas aprendem de maneira natural que os animais e pessoas se vão, transformando o luto em algo que faz parte da vida e não como um tabu.

Lúdico e educativo, é um livro que vale a pena ter e apresentar para os pequenos.

“É Assim” – Paloma Valdivia

Fechando nossa lista de livros infantis sobre luto, a escritora e ilustradora chilena Paloma Valdivia é responsável pela história do livro “É Assim”, indicado para crianças de seis e sete anos.

A história aborda principalmente que tudo algum dia se vai. “Pode ser o peixe da sopa de ontem, o gato do vizinho ou a tia Margarida”.

É apresentado o ciclo da vida de maneira muito sensível e simples, sem rodeios. Tudo nasce, tudo morre e o mais importante é aproveitar o que se vive, as pessoas que ama e celebrar os momentos, pois são as lembranças que ficam.

Gosto deste conteúdo sobre livros infantis sobre luto? Siga nossas redes sociais no Facebook e Instagram. Tem muito mais por lá!

Rolar para cima