O Que É a Alma: Visões Pela História, Filosofia, Bíblia e Diferentes Religiões

o que é a alma

Você já se perguntou o que é a alma? Quando você ouve essa palavra, no que você pensa? É apenas uma ideia ou algo físico? 

Bem, a palavra alma, em português, vem do latim “anima”, que significa “sopro”, “ar” e eventualmente, também, passa a representar a ideia de princípio vital. 

Já o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa responde assim o que é alma:

1. [Religião] Parte imortal do ser humano.

2. Ser humano. = INDIVÍDUO, PESSOA

3. Habitante (ex.: vive ali uma dúzia de almas).

4. Ente querido.

5. Vida.

Dicionário Priberam da Língua Portuguesa

Esses são apenas os cinco primeiros significados da palavra de um total de 23 que são dados pelo mesmo dicionário.

Vale reparar, também, que logo no primeiro significado há uma indicação de se tratar de um termo vindo da religião. Afinal, não é segredo que a alma é um conceito essencial em muitas fés e religiosidades.

Enfim, é sobre isso tudo que batemos um papo neste artigo. O que é alma para diferentes religiões? Por que essa ideia está entre nós há tanto tempo? Ou, então, o que flaar de alma significa para a filosofia?

Boa leitura!

Há quanto tempo a humanidade pensa sobre a alma?

A humanidade sempre pensou sobre a existência e o que é a alma? Essa também é uma pergunta e tanto. Porém, de maneira geral, a resposta parece ser que há muitos milênios essa ideia convive com a humanidade.

Em civilizações como a do chamado Egito Antigo, a alma era dividida em várias partes, cada uma com funções diferentes. Acreditava-se que essas partes passavam por julgamentos após a morte. Já os gregos antigos, como Platão, pensavam que a alma era eterna e separada do corpo, responsável pelos pensamentos e sentimentos.

Os indícios são de que a humanidade tem pensado sobre a alma desde tempos muito antigos. Evidências dessa podem ser encontradas em práticas funerárias e artefatos religiosos de povos pré-históricos. Aparentemente, se trata de uma ideia quase tão antiga quanto a própria humanidade. 

Esse conceito tem evoluído ao longo dos séculos, sendo discutido e redefinido por filósofos, teólogos e cientistas em diversas culturas ao redor do mundo.

O que é alma para diferentes fés e religiões?

Agora, que tal passearmos por variados fés e religiões pelo mundo? Na lista abaixo você confere uma versão bastante resumida – uma introdução – de como algumas das maiores religiões do humano lidam com essa questão.

Não estranhe a ausência do cristianismo. Nós vamos conversar em detalhe sobre a questão da alma (e do espírito!) é entendida pelos teólogos e estudiosos da fé cristã. Mais especificamente vamos entender como este assunto aparece no texto bíblico. 

Islamismo

o que é a alma religiões islamismo muçulmanos

Conceito: Conhecida como “ruh”, a alma é criada por Allah e é uma entidade imortal.

Existência: Acredita-se que é separada do corpo na morte e entra em uma fase intermediária até o Dia do Juízo.

Significado: A alma é responsável pelas ações humanas e será julgada por Allah, resultando na recompensa no Paraíso ou na punição no Inferno.

Hinduísmo

Conceito: Chamada de “atman”, é considerada eterna e indestrutível.

Existência: Acredita-se na reencarnação, onde renasce em novos corpos até alcançar a liberação (moksha).

Significado: É a verdadeira essência do indivíduo, que é uma parte do espírito universal (Brahman).

Budismo

o que é a alma religiões budismo

Conceito: O Budismo tradicionalmente nega a existência de uma alma eterna (atman), adotando o conceito de “anatta” ou não-eu.

Existência: Em vez de uma permanente, existe um fluxo contínuo de consciência que transmigra de uma vida para outra.

Significado: A ênfase é na interdependência e na impermanência dos fenômenos, incluindo a identidade pessoal.

Judaísmo

Conceito: É conhecida como “nefesh”, “ruach” ou “neshamah”, dependendo do contexto, representando diferentes aspectos da vida e espiritualidade.

Existência: É considerada eterna e retorna a Deus após a morte no judaísmo.

Significado: A alma é a fonte da moralidade e da espiritualidade humanas, essencial para a relação com Deus e o cumprimento das mitzvot (mandamentos).

Espiritismo

Conceito: A alma é o espírito encarnado em um corpo físico.

Existência: Acredita-se na reencarnação, onde a alma passa por várias vidas para se aperfeiçoar.

Significado: A alma é imortal e progride através das experiências de várias encarnações, buscando evolução moral e espiritual.

Sikhismo

Conceito: A alma, ou “atman”, é uma centelha divina que faz parte do ciclo de reencarnação.

Existência: Renasce repetidamente até alcançar a união com Deus (Waheguru).

Significado: O objetivo é se libertar do ciclo de nascimentos e mortes (samsara) e se fundir com o divino através da prática da meditação e boas ações.

Taoismo

Conceito: O Taoísmo acredita em múltiplos aspectos, como “hun” (etérea) e “po” (corpórea).

Existência: As almas “hun” e “po” têm destinos diferentes após a morte; “hun” ascende aos céus enquanto “po” retorna à terra.

Significado: A harmonia entre esses aspectos e a natureza é crucial para o bem-estar e a longevidade.

Xintoísmo

Conceito: “Tamashii”, é uma essência espiritual que faz parte da vida.

Existência: Acredita-se que continua existindo após a morte e pode se tornar um kami (espírito divino) se honrada adequadamente.

Significado: Está ligada à pureza, rituais e à conexão com os ancestrais e a natureza.

O que é a alma na Bíblia?

o que é a alma na bíblia

Essa ideia, no cristianismo, é baseada em conceitos bíblicos, onde a alma, espírito e fôlego são mencionados em várias passagens. A Bíblia usa termos como “nefesh” (hebraico) no Antigo Testamento e “psuché” (grego) no Novo Testamento para se referir à alma.

E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou em seus narizes o fôlego da vida; e o homem tornou-se alma vivente.”

Gênesis 2:7

Este versículo sugere que o ser humano é corpo (pó da terra) e o fôlego da vida (sopro de Deus), resultando em uma alma vivente.

E não temais os que matam o corpo, e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno tanto a alma como o corpo.”

Mateus 10:28

Aqui, Jesus diferencia entre corpo e alma, indicando a imortalidade da última.

E o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu.”

Eclesiastes 12:7

Este versículo distingue entre corpo (pó) e espírito, que retorna a Deus após a morte.

Católicos e protestantes têm diferenças quanto a o que é a alma?

Embora católicos e protestantes compartilhem a crença na existência da alma, há algumas diferenças sutis em suas teologias. 

É importante lembrar, no entanto, que isto se trata de uma simplificação. Mesmo entre católicos e entre as diferentes denominações protestantes também pode haver – e há! – diferentes interpretações.

Católicos

Acreditam no Purgatório, um estado intermediário onde as almas dos fieis passam por purificação antes de entrar no Céu. Também enfatizam a intercessão dos santos e a oração pelos mortos.

Importante pontuar, novamente, que a doutrina sobre o purgatório é motivo de debate e algumas discordâncias mesmo entre católicos.

Protestantes

Em geral rejeitam a ideia do Purgatório e geralmente acreditam que a alma vai diretamente ao Céu ou ao Inferno após a morte, dependendo da fé em Jesus Cristo.

Diferenças entre estudiosos da Bíblia e da Fé Cristã

Existem várias interpretações dentro do cristianismo quanto à natureza e o que é a alma. Separamos aqui, no entanto, três correntes que trazem visões diversas sobre o tema.

Tricotomismo: Essa visão sustenta que o ser humano é corpo, alma e espírito. Defensores dessa perspectiva veem alma e espírito como entidades separadas, com a primeira relacionada à mente e emoções, e o espírito à parte que se relaciona com Deus.

Dicotomismo: Acredita que o ser humano é composto de duas partes: corpo e alma/espírito, onde são termos intercambiáveis para a parte imaterial do ser humano.

Monismo: Alguns teólogos modernos argumentam, ennfim, que o ser humano é uma unidade indivisível e que a distinção entre corpo e alma é mais funcional que substancial. Eles veem as referências bíblicas à alma e ao espírito como diferentes aspectos de uma única realidade.

Alma e Espírito: qual a diferença?

Você saberia dizer qual a diferença entre as palavras “alma” e “espírito” no conceito bíblico? Pois é, além de todos os pontos que já trazemos, este também tem levantado discussões ao longo do tempo.

Primeiramente, é importante lembrar que nós lemos os textos bíblicos traduzidos. Então, estas palavras (e também o termo “fôlego”) podem variar a depender das escolhas que cada tradutor da Bíblia fez.

De toda forma, nós temos algumas palavras diferentes que vão aparecer nos textos em hebraico e greco. 

Nefesh (hebraico) ou psuché (grego) normalmente são traduzidos como alma. Enquanto isso, ruach (hebraico) ou pneuma (grego) podem ser traduzidos como espírito, fôlego ou até mesmo como vento ou sopro! 

Ou seja, podemos ver que existem duas ideias diferentes sendo discutidas aqui. Portanto, o entendimento mais comum é que – do ponto de vista bíblico – alma e espírito não são a mesma coisa.

A alma (nefesh/psuché) refere-se à vida ou à pessoa como um todo. Em alguns contextos, pode representar os sentimentos, desejos e a essência do ser humano.

Por fim, fôlego (ruach/pneuma) e espírito parecem indicar uma força vital dada por Deus, que sustenta a vida e diz respeito ao aspecto imaterial do ser humano que se relaciona com Deus.

O que é a alma na filosofia e o que nos dizem os grandes pensadores?

Primeiramente, a ideia da alma é um dos temas mais antigos e debatidos na filosofia. Filósofos discutem se ela existe, o que ela é, e como ela se relaciona com o corpo. Essas conversas são importantes porque tratam de questões profundas sobre quem somos, o que acontece depois da morte e como vivemos nossas vidas.

Ao longo da história, filósofos têm tido diferentes opiniões sobre a alma. Alguns acreditam que a alma é uma parte eterna e invisível de nós, enquanto outros acham que não existe uma alma separada do corpo. Com o avanço da ciência, essas discussões ficaram ainda mais interessantes, levando a novas ideias e teorias.

Vamos conferir como alguns dos filósofos mais famosos da história pensaram a questão sobre o que é alma?

Platão

Ideia: Platão acreditava que é eterna e vive mesmo depois que o corpo morre. Ele pensava que a alma tinha três partes: uma parte racional (que pensa), uma parte emocional (que sente), e uma parte que deseja coisas.

Aristóteles

Ideia: Aristóteles dizia que é o que dá vida ao corpo, mas não pode existir sem ele. A alma é o que faz os seres vivos funcionarem.

René Descartes

Ideia: Descartes acreditava que a alma era a mente, uma coisa que pensa e é diferente do corpo. Ele dizia que o corpo e a alma não estão juntas, mas interagem.

David Hume

Ideia: Hume duvidava que a alma fosse uma coisa eterna. Ele pensava que a mente é apenas um conjunto de pensamentos e sentimentos, sem uma alma permanente.

Immanuel Kant

Ideia: Kant achava que precisamos acreditar na alma para entender a moralidade, mas não podemos provar que ela existe. A alma é uma ideia útil para nossas decisões morais.

Friedrich Nietzsche

Ideia: Nietzsche rejeitava a ideia tradicional de alma. Ele acreditava que somos apenas nossos corpos e que falar de alma é uma maneira errada de entender a natureza humana.

Gilbert Ryle

Ideia: Ryle criticava a ideia de que a mente é uma coisa separada do corpo. Ele dizia que a mente é apenas a maneira como agimos e nos comportamos.

O que é a alma e o que é alma na Bíblia – Considerações Finais

Como vimos, então, responder o que é alma é uma questão e tanto. Primeiramente, claro, nem todos nós acreditamos na ideia de alma em si. Entre aqueles que acreditam, por sua vez, a definição da palavra varia e muito!

Discutir o que é a alma é uma dessas grandes questões que têm intrigado e movido a humanidade já há milênios. E, enfim, embora esse texto do Blog do Grupo Zelo seja apenas uma introdução a esse tema tão fascinante, esperamos que você tenha gostado de embarcar nessa viagem pela história, cultura, fé e filosofia com a gente.

Baixe já nossos materiais gratuitos

1 comentário em “O Que É a Alma: Visões Pela História, Filosofia, Bíblia e Diferentes Religiões”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima