O Que É Jazigo? Entenda Regras e Valores

Jazigos Memorial Cidade Jardim - Rio Claro/SP
Memorial Cidade Jardim – Rio Claro/SP

Ter um planejamento familiar é essencial tanto para as horas de celebração quanto para os momentos difíceis. E isto pode passar pela posse de um jazigo.

Portanto, é sempre bom pesquisar e estar atento às opções para que você não tenha que cuidar de burocracias em situações como a perda de um ente querido.

Por isso, neste texto, vamos explicar o que é jazigo e como um plano funerário pode ajudar você!

O que é jazigo?

Hoje em dia, o jazigo se tornou sinônimo de sepultura ou túmulo. Mas, isso pode variar conforme o local de sepultamento.

Isso porque o jazigo pode ser comercializado como um espaço adquirido em um cemitério que faz com que seja possível sepultar mais de uma pessoa em um só lugar. É muito comum encontrar por aí jazigos familiares já que jazigos adquiridos são de propriedade da família e passa de geração para geração como uma herança.

Na imagem abaixo você confere uma ilustração de um modelo de jazigo familiar com três gavetas.

jazigo / jazigo familiar

Ter um jazigo significa ter tranquilidade na hora da dor. É possível, nesses casos que o jazigo tenha divisórias para que não precise ser feita a exumação de nenhum corpo. Isso é muito importante em casos de mortes repentinas como acidentes, por exemplo.

Como funciona um jazigo familiar?

Para o jazigo pertencer a uma família é preciso que ele seja comprado. Nesse caso a compra é feita por meio de uma escritura pública, como se fosse a compra de um imóvel qualquer.

Um detalhe muito importante é que o ideal é que você procure a administração do cemitério em que deseja ter o jazigo ou procurar por empresas especializadas que poderão te atender e te ajudar nesse processo.

Se você tiver um plano funerário, entre em contato com a equipe e veja como eles podem te ajudar.

Qual o valor de um jazigo?

O preço vai depender de diversos fatores como a cidade que você deseja tê-lo, qual o cemitério, localização do jazigo dentro do cemitério, tamanho dele, etc. Por isso, antes de adquirir o seu, pesquise bastante e analise todas as possibilidades.

Tipos

Existem dois tipos de jazigos: o temporário e o perpétuo. Confira abaixo a característica de cada um deles:

Jazigo temporário

O jazigo temporário é aquele que é disponibilizado para aluguel durante um período, ou seja, a pessoa não adquire a propriedade do jazigo, apenas o direito de utilização.

Nesse caso, a família tem o direito de uso por um período pré-estabelecido. Após esse período, o corpo é enviado para exumação e entregue em uma urna para que a família tome as providências necessárias para realocar o corpo.

Dessa forma, jazigos temporários são novamente disponibilizado para compra ou aluguel.

Jazigo perpétuo ou jazigo para uso futuro

Esse é o tipo que passa de geração para geração.

O espaço de sepultamento é comprado pela família que passa a ser dona do terreno. Nesse caso, a família é a responsável por cuidar do jazigo e pagar uma taxa de condomínio para ele.

Esse é um tipo muito comum para famílias que desejam ter o simbolismo do lugar onde todos os integrantes estão. Os espaços são liberados quando outros familiares venham a óbito e os restos mortais podem ser guardados em espaços especiais.

Vale ressaltar que, caso a família abandone o jazigo perpétuo, pode ocorrer a perda do espaço. Além disso, o jazigo perpétuo abandonado pode gerar dívidas já que é considerado parte da propriedade da família.

Na prática, vale pensar no jazigo perpétuo da mesma maneira como pensamos a compra ou investimento em um imóvel.

O que acontece se não pagar as taxas do jazigo?

Caso as taxas não sejam pagas, é como não pagar o condomínio de um apartamento. É possível, inclusive, perder o jazigo.

Tem que pagar IPTU do jazigo?

Sim. Tal qual acontece com uma casa ou apartamento, é necessário pagar o imposto predial e territorial.

Aqui, no entanto, há uma exceção, como explica o site JusBrasil: “extensões de entidades religiosas, não tenham fins lucrativos e se dediquem exclusivamente à realização de serviços religiosos e funerários”. Jazigos deste tipo são isentos conforme decisão recente do Supremo Tribunal Federal.

O que acontece quando o titular do jazigo morre?

Quando o titular vem a falecer, a posse fará parte de sua herança. Caso o titular tenha deixado o jazigo em seu testamento, ele terá o destino indicado. Caso contrário, será inventariado como um bem imóvel (como uma casa, por exemplo) e seguirão os trâmites legais.

Qual a diferença entre jazigo e túmulo?

Embora sejam comumente usados como a mesma coisa, a principal diferença entre jazigo e túmulo é o tamanho, já que o primeiro é projetado para comportar entre 3 a 6 pessoas e o túmulo é feito para apenas uma pessoa.

Esse sepultamento em conjunto pode ser feito tanto em caixão comum, todos no mesmo local, ou pode ser feito também com armazenamento de urnas no interior dos jazigos.

A cremação pode ser uma alternativa

Para quem não deseja ser enterrado ainda há a opção da cremação.

Essa é uma técnica milenar, que vem ganhando forças nos últimos tempos no Brasil e no mundo. Ela é uma forma sustentável e pode ser mais econômica do que os enterros comuns.

A cremação não exige o pagamento de cemitério, por exemplo. Por isso essa opção pode ser mais econômica.

Qualquer pessoa pode ser cremada após o falecimento, basta que essa pessoa registre previamente em cartório a sua vontade ou um parente de primeiro grau autorize o processo.

A cremação é uma prática moderna realizada com equipamentos seguros e higiênicos.

Jazigos estão inclusos em planos funerários?

Cemitério Memorial da Paz - Maracanaú/CE jazigos
Cemitério Memorial da Paz – Maracanaú/CE

Jazigos, no sentido de propriedade familiar, geralmente não fazem parte do plano funerário tradicional. De maneira geral, a lógica da compra é similar à lógica da compra de um imóvel, envolvendo trâmites específicos.

No entanto, planos funerários premium, como o Plano Zelo Supremo do Grupo Zelo oferecem a garantia de um jazigo para uso.

O Grupo Zelo comercializa jazigos perpétuos?

Sim! Além de ser o maior grupo de assistência funeral do Brasil, o Grupo Zelo também administra cemitérios particulares e, claro, jazigos perpétuos nestes cemitérios. Todas as fotos que você viu neste artigo, inclusive, são de cemitérios do Grupo Zelo, onde você pode adquirir jazigos conosco.

Além da garantia de ter o espaço reservado para sua família, o jazigo se torna também um item de herança, sendo passado de geração em geração.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima