Pêsames e Condolências: Como Escrever Uma Mensagem de Luto

Pêsames e Condolências

Quando alguém que a gente gosta – um parente, amigo, colega de trabalho – enfrenta a dor da perda, é natural que queiramos mandar uma mensagem e demonstrar nossos pêsames e condolências. Escrever uma nota de pêsames, no entanto, pode ser complicado, não é mesmo?

Às vezes as palavras fogem, às vezes só não sabemos o que dizer. Ou, então, ficamos em dúvida sobre qual o melhor tom, se algo é apropriado ou não. Neste artigo de hoje do Blog do Grupo Zelo, vamos bater um papo sobre pêsames e condolências. Falaremos sobre o que significado dessas palavras, qual a diferença entre elas e, é claro, algumas dicas para conseguir escrever uma boa mensagem de pesar. Vamos lá?

Existe diferença entre pêsames e condolências?

Na prática, não. Ambas as palavras, no sentido de expressar sentimentos pela morte de alguém, são sinônimos. Tanto “meus pêsames”, quanto “minhas condolências” expressam a mesma ideia. Dizer “meus sentimentos” é outra opção. Já em relação às palavras em si, elas têm origens diferentes, como veremos a seguir.

O que significa pêsames

A palavra pêsames, acredita-se, tem a raiz de “peso” junto ao pronome “me”. Ou seja, ao oferecer seus pêsames, você diz que também está sentindo o peso (a dor) daquele momento.

O que significa condolências

Já condolências, o Dicio (Dicionário Online do Português), explica que a palavra é a versão em português do francês condoléance e diz respeito a quem se “condói”. Ou seja, tem a mesma raiz da palavra “dor” e significa compartilhar da dor do outro, sentir a dor junto ao outro. Bonito, não?

Referência aqui.

Pessoalmente, mensagem, ligação… Como desejar condolências e pêsames a alguém

Se alguém que você conhece e gosta está passando pela dor de perder alguém, então, talvez, você queira enviar sua mensagem de pêsames e condolências, certo?

Mas como e por onde fazê-lo? Bem, isso pode variar conforme a proximidade que você tem com a pessoa em luto. Proximidade, aqui, diz respeito tanto à proximidade afetiva quanto à física. 

Visite, vá à cerimônia

Se você mora próximo à pessoa que passou pela perda, você tem a opção de visitá-la. Seja nas cerimônias póstumas, seja nos dias seguintes. Assim, você pode expressar seus sentimentos pessoalmente e mostrar àquela pessoa que dedicou seu tempo a estar com ela neste momento difícil.

A primeira e mais natural opção, é ir ao velório da pessoa. No caso do Brasil, o mais comum é que ele aconteça rapidamente após o óbito, muitas vezes no mesmo dia ou no dia seguinte. Mesmo que você não tenha conhecido a pessoa falecida, é bastante aceito na nossa cultura que você compareça ao velório para prestar suas homenagens e entregar seus pêsames a quem está vivendo aquela perda.

Ligue

É verdade que na era dos aplicativos de mensagem, ligar pode até parecer algo datado, fora de moda. Até por isso, pode ser uma boa ideia fazer uma ligação. É uma maneira de demonstrar que você quis ir “um passo além” da mensagem de WhatsApp e expressar suas condolências de maneira mais íntima e pessoal. 

No entanto, é importante tomar cuidado para não invadir um momento difícil da pessoa enlutada. Se o óbito acabou de acontecer, considera a hipótese de que a pessoa em luto está não só sofrendo, como também pode ser que esteja lidando com burocracias e com a organização da cerimônia de despedida.

Escreva um cartão à mão

Antes de irmos à opção mais comum, há a opção de escrever uma mensagem de próprio punho, em um cartão, por exemplo. Cartões de condolências se tornaram menos comuns nos últimos anos, mas, ainda assim, é uma forma de dar um toque pessoal e mostrar que você tomou tempo para ir além da mensagem eletrônica.

Envie uma mensagem eletrônica

Também é verdade, porém, que em alguns casos a melhor ideia é mandar uma mensagem, pelas redes sociais ou pelo próprio WhatsApp.

Neste caso, você terá o tempo e tranquilidade para escrever sua mensagem e garantir que está expressando seus pêsames e condolências da melhor forma. É sobre isso que falaremos a seguir.

Como escrever uma mensagem de pêsames e condolências

Vamos falar sobre o que escrever e o que não escrever na hora de fazer sua mensagem de pêsames?

O que NÃO fazer quando for escrever uma mensagem de pêsames e condolências

Vamos começar falando daquilo que podemos evitar? Não se trata de serem gafes ou algo errado, mas abordagens que não são recomendadas por psicólogos e pessoas que estudam o luto e a maneira como nós, seres-humanos, vivemos esta situação.

Não transforme em algo sobre você

Frases como “eu sei como você se sente” e “já passei por isso” podem soar insensíveis e egoístas. O luto é uma experiência individual e, na prática, é impossível sabermos como o outro se sente. 

Não busque amenizar a dor do outro com clichês

Clichês são ideias que são sempre repetidas e, muitas vezes, repetimos-a sem sequer refletir sobre o significado do que estamos falando. 

Frases como “ele estava sofrendo” e “ela está em um lugar melhor”, podem ter a melhor das intenções, mas ter um péssimo efeito sob a pessoa enlutada, que sente sua dor diminuída.

Não é hora de apresentar expectativas

Frases do tipo “sei que você vai superar isso” também não são recomendadas. 

É comum que a pessoa recém-enlutada sequer tenha aceitado a realidade da perda, não é hora expressar suas certezas sobre como aquela pessoa viverá e passará pelo luto. Lembre-se pêsames e condolências são sobre expressar que você compartilha da dor e do peso.

O que fazer quando for escrever uma mensagem de pêsames e condolências

Vamos, agora, falar de boas ideias para a hora de redigir sua mensagem de pêsames e condolências. 

Seja empático e expresse a ideia de respeito à dor

Expresse a ideia de que você sabe que palavras não alteram a dor, mas ainda assim está ali demonstrando suas condolências. Frases como “sei que não há palavras capazes de amenizar sua dor” podem ser um jeito sensível de iniciar sua nota.

Fale sobre a pessoa falecida

Se você conheceu a pessoa falecida, pode ser um bom momento de compartilhar uma lembrança ou impressão simpática. Conte uma memória doce que você, a pessoa enlutada e o falecido compartilharam, por exemplo, pode ser um bom jeito de mostrar que você não está escrevendo aquela nota por mera obrigação.

Se coloque à disposição

Se coloque à disposição, mas para valer. Se você tiver essa intimidade com a pessoa para a qual você está escrevendo, há maneiras incríveis de expressar sua disposição. Você pode se oferecer para levar os filhos da pessoa à escola ou para ir ao mercado por ela, por exemplo.

Se for o caso, seja breve e cortês

Muitas vezes queremos escrever uma mensagem de pêsames para alguém que não temos uma grande proximidade. Nestes casos, está tudo bem em ser breve e educado.

Mensagens como “meus mais sinceros sentimentos estão com você neste momento” e “minhas condolências para você e toda sua família” podem ser o melhor caminho.

Lembre-se que mesmo uma mensagem que pode parecer muito simples e curta pode ser um afago à pessoa enlutada. O luto, muitas vezes, é um processo solitário e ser lembrado faz diferença. Além disso, muitas pessoas em luto são tomadas pelo sentimento de que a vida de todos seguiu, menos a sua. Então, uma mensagem de condolências e pêsames pode ser um belo carinho mesmo já dias ou até semanas após o falecimento.

Esperamos que você tenha gostado deste conteúdo sobre pêsames e condolência. Este artigo foi produzido com carinho pela equipe do Grupo Zelo, o maior grupo de assistência funerária do Brasil.

Você pode conferir mais artigos escritos pela nossa equipe sobre luto, perda e saudade clicando aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima